Segunda, 17 Março 2014 13:48

Eunício se aproxima de Tasso e tenta viabilizar aliança

Avalie este item
(0 votos)

O pré-candidato do PMDB ao Governo do Estado, Eunício Oliveira, se aproxima das lideranças regionais do PSDB e não vê problema em manter uma aliança com o ex—senador Tasso Jereissati e, ao mesmo tempo, apoiar à reeleição da presidente Dilma Rousseff. Esse cenário, com declarações do peemedebista, está em reportagem do Jornal Folha de São Paulo, edição deste domingo, e mostra a disposição de Eunício em concorrer à sucessão do governador Cid Gomes (PROS).

‘’Não concordo com alianças locais diferentes das nacionais. Mas, já que a legislação dá essa possibilidade, o PMDB não teria problema em formar chapa com qualquer sigla’’, disse Eunício, ao se referir as conversas com partidos de oposição aos Governos Federal e Estadual no Ceará.

Segundo, ainda, a reportagem da Folha de São Paulo, Eunício tem conversado com o ex-governador e ex-senador Tasso Jereissati, principal líder regional do PSDB e preferido, em pesquisas de opinião pública, para o Senado. Eunício tenta fazer a coligação com o PSDB e ter Jereissati como candidato ao Senado – desejo, também, do presidenciável Aécio Neves.

O ex-governador Tasso Jereissati tem se mantido longe dos holofotes,  mantém diálogo com lideranças nacionais do PSDB, mas, quando o assunto é sucessão estadual, prefere conversas bem distantes de repercussão pública. Tasso, a exemplo de outras lideranças políticas de oposição, espera o dia 5 de abril – prazo final para desincompatibilização de quem pretende disputar as eleições de 2014. A expectativa é sobre o destino do governador Cid Gomes (PROS).


Fonte: Ceará Agora

Lido 151 vezes

MP mantém política de reajuste do 'Mínimo'

25 Março 2015
MP mantém política de reajuste do 'Mínimo'

A presidente Dilma Rousseff assinou ontem a Medida Provisória (MP) que estabelece a atual política de reajuste do salário mínimo para o período entre 2016 e 2019. Segundo ela, a política de valorização do Mínimo ajudou o País a atravessar a crise internacional sem que os trabalhadores mais pobres fossem prejudicados.

Araripe-CE: TRE-CE marca nova eleição para prefeito e vice

24 Março 2015
Araripe-CE: TRE-CE marca nova eleição para prefeito e vice

Decidido nesta segunda-feira (23) pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), por unanimidade, a realização de nova eleição para prefeito e vice-prefeito no município de Araripe, distante 106 km de Juazeiro do Norte.

Cunha diz que pesquisa é igual à anterior e não vê motivo para impeachment

24 Março 2015
Cunha diz que pesquisa é igual à anterior e não vê motivo para impeachment

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que a pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), divulgada nesta segunda (23), em que mais de 60% dos entrevistados avaliaram negativamente o governo da presidenta Dilma Rousseff, é muito semelhante à pesquisa anterior. 

ICÓ-CE: CAMILO SANTANA LIBERA 4 PROJETOS RURAIS PARA ICÓ.

23 Março 2015
ICÓ-CE: CAMILO SANTANA LIBERA 4 PROJETOS RURAIS PARA ICÓ.

O governador Camilo Santana finalizou a agenda do feriado de São José, 19 de março, no município de Brejo Santo, onde participou de uma solenidade para a entrega de vários benefícios aos produtores e agricultores das Regiões do Cariri e Centro-Sul.

Após demissão, Cid Gomes admite que criou "dificuldades"

19 Março 2015
Após demissão, Cid Gomes admite que criou "dificuldades"

Ao explicar seu pedido de demissão, o ministro da Educação, Cid Gomes, disse que sua postura na Câmara dos Deputados na tarde desta quarta-feira “cria dificuldades” para a base do governo.

Dilma defende ajuste econômico

09 Março 2015
Dilma defende ajuste econômico

A presidente Dilma Rousseff defendeu ontem as medidas econômicas que estão sendo adotadas para o país voltar a crescer. Segundo ela, durante pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, na tentativa correta de defender a população, o governo absorveu, até 2014, todos os efeitos negativos da crise econômica internacional, lançando mão do Orçamento para proteger o crescimento, o emprego e a renda das pessoas, mas não havia como prever que a crise mundial duraria tanto tempo.

CONCURSOS