PCCE captura mais dois envolvidos na morte de internos de centro de semiliberdade e identifica outros oito comparsas

0
123
Outro adulto foi preso e um adolescente apreendido pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) por envolvimento na chacina de quatro internos do Centro de Semiliberdade Mártir Francisca, em Fortaleza. Com esses, sobe para três o número de pessoas capturadas por participação no delito. Além disso, os trabalhos investigativos já resultaram na identificação de mais oito comparsas atuantes na ocorrência. A ação policial, desenvolvida nessa terça-feira (14), pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), foi apresentada na manhã desta segunda-feira (20), durante coletiva de imprensa, na sede da especializada. O primeiro preso foi interceptado algumas horas após o fato, no último dia 13.

A continuidade das apurações sobre o caso levou os agentes de segurança aos paradeiros de um homem de 19 anos e um adolescente de 15. Os dois foram capturados ainda no bairro Sapiranga – Área Integrada de Segurança 7 (AIS 7). De acordo com o delegado Leonardo Barreto, diretor da DHPP, a Polícia chegou aos suspeitos após receber denúncia anônima sobre a localização deles. “A Polícia Civil prossegue com as investigações de modo concreto, dando uma resposta rápida e eficaz e com a colaboração da população, pois foi mediante a checagem de uma denúncia encaminhada ao nosso núcleo de inteligência que nós capturamos mais esses dois indivíduos que admitem participação nos crimes”, explica o gestor.

De acordo com os levantamentos policiais, os dois suspeitos atuaram como executores das vítimas. O adulto foi flagrado com 21 trouxinhas de maconha, sendo autuado por tráfico de drogas. “A investigação evoluiu de modo que nós já temos mais oito pessoas identificadas e, dentre elas, o que articulou esse massacre”, revela a delegada Évna América, que é responsável pela presidência do inquérito policial do caso. “Em breve estaremos aqui apresentando a captura desse criminoso”, assegura Barreto. O adulto foi indiciado no inquérito da ocorrência e o menor, levado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), foi autuado em um Ato Infracional pelo delito.

O primeiro preso pelo delito tem 18 anos e foi interceptado algumas horas depois do fato, também no bairro Sapiranga, sendo autuado por participação em organização criminosa, homicídio duplamente qualificado, receptação, posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e tráfico de drogas. Ele também admitiu sua participação na infração, alegando ter efetuado disparos para cima. Com ele, foram apreendidos um revólver, munições, celulares, quantidades de cocaína e uma máscara, com as mesmas características descritas pelas pessoas que estavam na unidade de semiliberdade no momento do delito. O trabalho foi desenvolvido por equipes da DHPP e do Departamento de Inteligência Policial (DIP).

O nome e a imagem dos presos não foram divulgados para não comprometer o andamento dos trabalhos investigativos.

O crime

Quatro adolescentes internos no Centro de Semiliberdade Mártir Francisca, na Sapiranga, foram retirados do local, por um grupo de homens armados, na madrugada do dia 13, e executados nas proximidades da unidade. Equipes da DHPP e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) realizaram os primeiros levantamentos no Centro. A Polícia Militar intensificou o policiamento na região com o reforço de equipes dos Batalhões Especializados, como o de Polícia de Choque (BPChoque) e o de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio).  Órgãos da estrutura do Governo do Ceará ligados ao tema se reuniram para tratar do caso e buscar novas estratégias.

Denuncie

Assim como neste caso, a população também pode ajudar a Polícia denunciando o paradeiro dos outros criminosos envolvidos na ocorrência. Para fazer denúncias, basta ligar para o disque denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), pelo número 181, ou para o 190, que é o telefone da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da SSPDS. O sigilo é garantido. Sua colaboração pode auxiliar na retirada de um criminoso das ruas.

Fonte: SSPDS