Vendedora constrói casa própria com garrafas pet

0
425

Arlete Maria de Sousa, vendedora que mora no norte do Tocantins, em Araguaína, concretizou o sonho da casa própria. A forma, no entanto, é pouco tradicional. Ecológica e econômica, todas as paredes da casa foram construídas com garrafa pet. Para isso, Arlete teve a ajuda de João Evangelista, seu pai, que é pedreiro, e dos amigos, que doaram 2,7 mil garrafas de refrigerante.

 

Além de o material ter ajudado na velocidade das obras, que foi concluída em 30 dias, Arlete economizou aproximadamente 30% em relação ao valor que gastaria em uma obra com materiais tradicionalmente utilizados. O pai dela afirma que foi trabalho.

Para o engenheiro civil Adriano Luz, a casa é inovadora e sustentável. Ele disse que a olho nu o local é seguro.

Arlete afirma que pensava que a sala iria ficar pequena, mas “quando vi o tamanho me surpreendi”, diz.A vendedora agora planeja aumentar a casa e já está juntando novas garrafas.

 

FONTE: O POVO